Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Sobre este Fórum: Dúvidas sobre o Budismo
por  Nove
Ontem à(s) 19:48

» Apresentação
por  Nove
Ontem à(s) 18:47

» Sutra de Lótus / BSGI
por  Nove
Ontem à(s) 18:36

» preciso de um esclarecimento aqui, por favor
por  Administrador
Qua 22 Nov 2017 - 21:02

» [Vídeo] O Fim do Mundo: Vidamorte
por  jean F Carvalho
Sab 28 Out 2017 - 22:10

» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  Buddho
Sab 21 Out 2017 - 22:23

» FELIZ NATAL! Mas... Budistas podem comemorar o Natal?
por  frank Knarf
Seg 16 Out 2017 - 11:14

» apresentaçao
por  Administrador
Sab 14 Out 2017 - 20:23

» Dharma e Lamrim
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 23:20

» Dúvida sobre a NÃO ação
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 23:11

» Caridade baseada em desejos mundanos
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 22:57

» Olá!!!!!
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 22:45

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes

Nenhum






Compartilhe | .
 

 André Junior - Apresentação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
andrepvjr

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 20
Local : São Miguel Paulista
Define-se budista? : Não
Mensagens : 8

Mensagem Qua 30 Out 2013 - 22:16

Saudações! Como puderam ver pelo título eu sou o André, e estou aqui por recomendação do William Hage!
Bom eu conheci o budismo a muitos anos quando eu era espirita, mas eu nunca havia procurado a fundo sobre o espiritismo por preconceitos gerados por pessoas que não conhecem sobre o budismo falando sobre budismo.

Hoje eu me considero ateu, eu perdi a minha fé principalmente porque a maioria das religiões pregam, que existe um propósito pra tudo. E eu sempre sofri muito com diversas coisas, mesmo parecendo pequenas pra muitas pessoas, pra mim geraram muito sofrimento, e eu não consigo ver como pode existir um propósito maior por meio do sofrimento, por isso me afastei das religiões! 
Eu decidi buscar o budismo depois de muito tempo, porque eu sonhei com isso, eu tenho tido muitos problemas sentimentais e de relacionamentos sociais, e até considero bastante o suicídio.
Mas eu sei que quem pratica e compreende o budismo consegue compreender a si mesmo, o mundo ao seu redor, e consegue se não paz, ao menos um certo equilíbrio mental/espiritual, e com certeza o que mais vou procurar aqui (e conto com a ajuda de vocês) sera conhecer cada vez mais o budismo, a filosofia budista e a espiritualidade budista!
Espero que nos demos bem daqui em diante, um abraço a todos!
                                                           André Junior!

Ps. Eu tenho 16 anos, moro em São Miguel Paulista, estudo e gosto de ler bastante!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 488

Mensagem Qui 31 Out 2013 - 9:57

Olá André Junior, seja bem-vindo ao Fórum Sangha Online Bem-vindo! 
Que bom que você veio, sinta-se à vontade para perguntar, tirar suas dúvidas e conversar com os outros usuários! Se quiser conversar comigo também, seja por aqui ou pelo Yahoo, ficarei sempre feliz em ajudar no que me for de alcance!
Muitas pessoas e monges encontraram o Budismo em situações de grande dificuldade e com a ajuda dos métodos do Buda conseguiram superar seus problema. Grandes praticantes, como a Monja Coen, pensaram em suicídio e até se envolveram com drogas antes de conhecerem o Budismo. Eu até me lembro que uma vez a Monja Coen comentou que ela ficou surpresa que na meditação podemos sentir o prazer que se sente com LCD, eu acho. Portanto, não busque as soluções em coisas externas, tudo o que você precisa, até mesmo para além do prazer meditativo, está dentro de você!
O cerne do Budismo é aquilo que eu te disse: Virtude -> Concentração -> Sabedoria. Mas, para resumir ainda mais, a essência da prática é o seguinte verbo: desapegar. Mas há toda uma metodologia para que consigamos entender como desapegar. Além disso, há um sutta em que o Buda diz que aqueles que acreditam no poder do Desapego, acreditam no que é supremo.
No começo é difícil, porque nossas mentes não estão dispostas a se desapegarem das coisas. E o que seria desapegar? Abandonar Cobiça (Querer) e Aversão (Não-querer). Não é que você não possa mais viver, trabalhar para conseguir dinheiro, ou fazer uma viagem. Você pode querer as coisas e busca-las, mas querer sem Cobiça. Você pode pegar as coisas, mas não se apegue a elas. Pegue, mas não apegue. Pegue o dinheiro e use-o. Agora, se você o usa para fins egocêntricos ou porque está sedento por prazeres impermanentes, isso é usar com apego, usar com Cobiça.
Se alguém te diz algo e você fica magoado, você se apegou às palavras daquela pessoa e produziu Aversão. Se, em vez disso, você se apegar a essas palavras e tentar usá-las para difamar a pessoa ou se vingar dela, isso também é Aversão. Agora, se você pegar, não apegar, tais palavras e perceber porque elas são ditas, usá-las como uma oportunidade para perceber o que, de fato, a raiva que surge em você é - isso é pegar sem apegar.
Se você não for capaz de desapegar, o que é muito comum no início, seja paciente. Isso quer dizer resistir a Cobiça e Aversão. Com o tempo fica fácil abandonar Cobiça e Aversão, mas no começo é mais difícil; então o "abandonar" vira "resistir", porque a mente fica muito teimosa. Por isso Paciência é importante: não se apegue, resista, deixe a mente teimosa reclamando. Haverá um momento em que ela irá parar e você descobrirá a maravilha de não ser escravo dos seus apegos. Quando percebemos essa maravilha, "resistir" começa a se transformar em "abandonar", aí fica mais fácil pegar sem apegar.
É como se tivéssemos uma mistura de água e óleo. Por toda a vida mexemos nessa mistura com uma colher, mas alguém nos diz que devemos separar as duas substâncias ali contida. Então, ficamos mexendo com a colher, tentando usá-la para separar as duas substâncias, mas isso só deixa a mistura mais agitada! Aí fazemos um esforço para parar de misturar e só observar, e quando água e óleo estão quase se separando, a nossa ansiedade é mais forte e vai lá e mexe de novo, achando que agora dá para separar as substâncias, mas as misturamos mais uma vez. Só quando resistimos a essa ansiedade e só observamos, é que a mistura se acalma e água e óleo se separam. Nesse momento você entende qual o motivo de pararmos e observarmos. Por isso no começo é difícil - queremos entender porque estamos fazendo isso. Tente fazer isso por um tempo, mesmo que seu entendimento seja pequeno, e, com o tempo, você enfim entenderá. Feliz 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
andrepvjr

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 20
Local : São Miguel Paulista
Define-se budista? : Não
Mensagens : 8

Mensagem Qui 31 Out 2013 - 13:00

Nossa, muito obrigado, é verdade o que você disse. Recentemente meus amigos se distanciaram de mim! Minha amiga se distanciou e eu nem soube o porque, e um outro amigo se distanciou e disse "ninguém gosta de você na sala" eu fiquei muito ressentido, esse "amigo" eu deixei de falar com ele, e tentei dar um tempo pra minha outra amiga voltar a falar comigo, mas recentemente (ontem alias) eu pedi pra adicionar ela no facebook porque não consigo me desapegar a essa duvida que me persegue! Acho que não até agora, porque não tinha refletido sobre isso!
Eu fico feliz em saber que muitas pessoas conseguiram superar os seus problemas através do budismo e eu busco exatamente o mesmo.
Eu vou buscar me desapegar mais das coisas, obrigado por me aconselhar nisso!
(logo logo criarei um tópico com as minhas duvidas, só vou pesquisar o que eu quero saber antes, pra pupar o trabalho de vocês!) Piscadela

_________________________________________________________________________________________________
André Junior, adolescente com crises existenciais, imperfeições, mas que está em busca de melhorar como pessoa. Tanto para si, como para as outras pessoas ao seu redor!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 488

Mensagem Qui 31 Out 2013 - 23:18

É bem difícil se relacionar com as outras pessoas, ainda mais quando você é alvo único de alguma crítica potencial que você parece ser o único a desconhecer. A dúvida é normal, e é até digna. É bom que você tente observar primeiro, em si mesmo e com honestidade, se há algo que você possa estar fazendo de errado. Se não encontrar, poder ser que apenas esteja havendo uma trama contra você, ou algum grupo te interpretou mal em alguma atitude, ou há a formação das "panelinhas", há muitas possibilidades rs
Desde criança eu me condicionei a tentar agradar demais às outras pessoas. Mesmo depois que conheci o Budismo eu demorei um tempo para entender o que eu deveria fazer. Sendo uma boa pessoa através da prática meditativa, seria de se esperar que eu agradasse as pessoas ,mas por que isso não acontece? Mas quando eu parei de ficar tão focado em tentar entender o porquê, de repente eu comecei a observar que nem Buda agradou todo mundo. Vi que vários monges agem com tanto amor, e ainda assim muitas pessoas respondem com ressentimento. Só então eu compreendi que o importante era eu estar atento a minhas intenções, e não a o que as pessoas esperavam de mim. Eu posso fazer algo bom por dois motivos: para trazer benefício, ou para agradar. Pode ser a mesma atitude, mas a intenção pode ser diferente - se ela for de acordo com a segunda, já está errada rs
Quando eu entendi isso, e ainda estou novato nessa prática, porque compreendi há pouco rs; tudo ficou um pouco mais claro. Tente então ser sincero consigo mesmo e sempre esteja atento a sua intenção - é isso o que Karma nos ensina. Não só suas atitudes, mas suas intenções também te trazem consequências. Quais suas intenções? Tente agir de forma compassiva, sem se preocupar demais com a maneira com que os outros vão interpretar isso; porque somos pessoas de variadas tendências que acabam entendendo uma mesma coisa de maneira diferente. Talvez, se você pensar um pouco nessa perspectiva, a preocupação em entender "por que sou o mais chato?" não fique tão pesada. Apenas observe sua intenção. Havendo ou não um problema, continue trabalhando para cultivá-la de forma benéfica.
Se puder perguntar a essas pessoas qual o problema, vá e pergunte. Se elas não responderem, então como você poderá mudar? Se há um problema que você não consegue enxergar e ninguém quer te contar, que sentido faz essas barreiras que construíram?
Não tem problema em você pegar, não apegar, dessa dúvida e tentar solucioná-la. Mas se seus "amigos" não falarem o motivo de tudo isso e você não puder perceber qualquer coisa errada que você tenha feito, pondere com honestidade sobre isso - se há um problema, para que ficar só nessa "panelinha" e não dialogar? Às vezes carregamos pesos que não precisamos carregar. Se você enxergar o problema, resolva. Se os outros estão apontando um problema mas não estão esclarecendo-o, não fique sofrendo por isso. Eles que apontaram. Se você, com honestidade, não percebeu nenhum, largue esses pesos. Não sofra desnecessariamente.
Quanto a sua dúvida, não se preocupe tanto com isso! Criei esse Fórum justamente para ajudar as pessoas a não terem tanto trabalho para pesquisar o Budismo como eu tive Rindo 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
Angely

Discípulos
avatar

Feminino
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 29

Mensagem Qui 7 Nov 2013 - 16:13

oi André, bem-vindo!

o Budismo ajuda sim a encontrar a paz, ele me ajudou pelo menos! No começo as vezes é estressante, mas parece que isso faz parte Surpreso 
Sempre fui muito estressada, e com o budismo comecei a encarar isso mas me sentia pior! Com o tempo, sei lá, eu comecei a me acalmar. Risonho 
O Admin me disse uma comparação que me ajudou muito! Você percebe que está com uma mochila bem pesada nas costas, aí você olha para ela e se sente mais pesado, só de olhar nela. Aí você resolve largar ela, nem que seja pesinho por pesinho, até tirar a mochila de uma vez. Temos medo de desapegar, mas com o tempo parece que simplesmente acontece kkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado



Mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

André Junior - Apresentação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Apresentação Jefté
» Apresentação de meu neto
» apresentaçao atrasada
» Apresentação atrasada
» Apresentação - Caique Freitas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Comunidade :: Apresentações-