Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  matheus_ps
Ontem à(s) 0:26

» O Samsara
por  Erick
Qua 28 Jun 2017 - 12:46

» A Meditação e o Mosquito: Uma Reflexão Sobre Concentração e Virtude
por  Erick
Qua 28 Jun 2017 - 12:41

» A descrição de Arahants e Ariyas para Nirvana
por  Administrador
Dom 11 Jun 2017 - 8:07

» Bom dia - pergunta
por  Erick
Qui 1 Jun 2017 - 8:25

» Oferendas
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:54

» Meditação altera genes
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:16

» Sobre este Fórum: Fale sobre sua Experiência Meditativa
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:03

» Quem somos - Objetivos do Fórum
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 12:53

» Nova Tradição Kadampa [+Seita?]
por  Nyendrag Yeshe
Qua 10 Maio 2017 - 22:40

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum






Compartilhe | .
 

 Kamma

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mente Purificada

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 27
Local : Teresópolis - RJ
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 88

Mensagem Seg 23 Mar 2015 - 6:59

Compartilho alguns ensinamentos que podem nos ajudar a compreender melhor sobre kamma.

***

Até entendermos a lei de kamma, que faz parte do Budismo, kamma será apenas uma teoria. Você acredita que existe um Deus "lá em cima" que decide quando você pode ser feliz ou infeliz? Ou tudo que acontece é apenas fruto do acaso? Sua felicidade e seu sofrimento na vida, sua alegria, sua dor e decepções, são merecidas? Você é o responsável ou será culpa de alguém? É por mero acaso que somos ricos ou pobres? É por má sorte que ficamos doentes e morremos em tenra idade? Porque? Você mesmo pode encontrar a verdadeira resposta. Você pode experimentar a lei de kamma através da meditação profunda. Quando o Buda sentou sob a figueira-dos-pagodes em Bodhgaya, os dois conhecimentos que ele obteve, pouco antes da sua iluminação, foi o conhecimento da verdade do renascimento com base na experiência e o conhecimento da Lei de kamma com base na experiência. Isto não foi teoria, não apenas mais pensamentos, e não algo elaborado a partir de discussões em torno da mesa do café, isto foi a compreensão da natureza da mente com base numa profunda experiência. Você também pode ter essa mesma experiência. - Ajaan Brahmavamso

***

Carma é um termo sâns­cri­to que ori­gi­nal­men­te sig­ni­fi­ca­va “ação”. O carma é a lei universal de causa e efei­to que gover­na as ações inten­cio­nais. De acor­do com ela, todos os atos inten­cio­nais pro­du­zem resul­ta­dos, que mais cedo ou mais tarde serão sen­ti­dos por quem rea­li­zou a ação. Boas ações pro­du­zem efei­tos cár­mi­cos posi­ti­vos, ao passo que os efeitos cár­mi­cos das más ações são nega­ti­vos. Essa lei opera em ­vários ­níveis: assim como os indi­ví­duos têm carma, tam­bém têm carma gru­pos e socie­da­des, paí­ses e até mesmo o pla­ne­ta Terra como um todo, tem um carma que pertence a todos os seres sen­cien­tes que o habi­tam. Aliás, para ser mais específico, não é exatamente correto dizer que algo ou alguém “tem” um carma, uma vez que o carma é uma lei. Entretanto, é mais fácil falar do assun­to desse modo, evitan­do frases lon­gas que ­seriam tecnicamen­te mais pre­ci­sas. Dizendo que ­alguém “tem” um carma, que­re­mos dizer que sua vida está con­di­cio­na­da pela lei do carma, isto é, que as circunstân­cias pre­sen­tes devem ser com­preen­di­das como o resul­ta­do de seu comportamen­to pas­sa­do. O con­cei­to de carma é fun­da­men­tal em todas as esco­las do budis­mo e em todas as interpre­ta­ções do Darma. É impos­sí­vel com­preen­der o budis­mo sem enten­der esse conceito em sua tota­li­da­de. O Buda clas­si­fi­cou o carma huma­no em três tipos:carma gera­do pelo corpo, carma gera­do pela fala, carma gera­do pela mente. Todas as ações intencionais do corpo, da fala e da mente geram resultados cármicos, que ocorrerão, inevitavelmente. Nem mesmo um Buda pode alterar a lei do carma. Para a maio­ria das pes­soas, o carma fun­cio­na por repe­ti­ções cícli­cas. Deter­mi­na­da ação pro­po­si­tal gera um deter­mi­na­do resul­ta­do cár­mi­co, ao qual a pes­soa reage, o que leva a outro resul­ta­do cár­mi­co e assim suces­si­va­men­te. Desse modo, uma vida vai sendo construí­da conforme as rea­ções da pes­soa às con­di­ções que ela mesma cria. Reagindo ao próprio carma tan­tas e tan­tas vezes, vamos nos ato­lan­do na ilu­são. O Buda disse que o ciclo de nas­ci­men­to e morte é uma ilu­são à qual nos aferramos por­que não con­se­gui­mos ver além dele. Ou seja, não sabe­mos como esca­par desse ciclo por­que não com­preen­de­mos seu fun­cio­na­men­to. Mais do que qual­quer outra coisa, é a lei do carma que man­tém os seres sencien­tes pre­sos nesse ciclo. E, mais do que qualquer coisa, é a lei do carma, se for bem com­preen­di­da, que levará os seres sen­cien­tes a se liber­tar do ciclo de nas­ci­men­to e morte. Para os fins desta dis­cus­são, “mau” é aqui­lo que pre­ju­di­ca os seres sencien­tes, ao passo que “bom” é o que os auxi­lia. Más ações geram mau carma. Ações per­ver­sas produzem carma tão nega­ti­vo que levam a pes­soa a nas­cer em um dos três pla­nos mais bai­xos da exis­tên­cia (os mun­dos do inferno, dos espíritos famintos e dos ani­mais). O bom carma leva ao renascimen­to como ser huma­no ou celes­tial. Carma é a força que “nos obri­ga a nas­cer, mesmo que não quei­ra­mos, e a mor­rer, mesmo que não quei­ra­mos”. Quando se fala do ciclo de nas­ci­men­to e morte, é impor­tan­te lem­brar que não é “você” que vai e volta nesse ciclo, e sim o seu carma. A ilu­são alimenta-se de si pró­pria atra­vés da lei do carma. A prá­ti­ca budis­ta colo­ca muita ênfa­se nas boas ações, pois são as boas ações que, praticadas hoje, esta­be­le­ce­rão o ali­cer­ce de nossas vidas futu­ras. A maneira correta de compreender o carma é não se preo­cu­par com o que se está rece­ben­do hoje, mas com o que se está fazen­do hoje. - Hsing Yun
Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Kamma

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Estudos teóricos sobre o Budismo :: Introdução ao Budismo-