Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Apresentação
por  Nove
Ter 12 Dez 2017 - 23:39

» Sobre este Fórum: Dúvidas sobre o Budismo
por  Nove
Ter 12 Dez 2017 - 23:00

» Cosmologia budista Dúvidas
por  William - Admin
Ter 12 Dez 2017 - 20:55

» Sutra de Lótus / BSGI
por  William - Admin
Ter 12 Dez 2017 - 20:14

» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  brunoc.araujo
Sex 24 Nov 2017 - 13:49

» preciso de um esclarecimento aqui, por favor
por  William - Admin
Qua 22 Nov 2017 - 21:02

» [Vídeo] O Fim do Mundo: Vidamorte
por  jean F Carvalho
Sab 28 Out 2017 - 22:10

» FELIZ NATAL! Mas... Budistas podem comemorar o Natal?
por  frank Knarf
Seg 16 Out 2017 - 11:14

» apresentaçao
por  William - Admin
Sab 14 Out 2017 - 20:23

» Dharma e Lamrim
por  William - Admin
Dom 1 Out 2017 - 23:20

» Dúvida sobre a NÃO ação
por  William - Admin
Dom 1 Out 2017 - 23:11

» Caridade baseada em desejos mundanos
por  William - Admin
Dom 1 Out 2017 - 22:57

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
6 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 6 Visitantes

Nenhum






Compartilhe | .
 

 Budismo, Meditação e Música

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mente Purificada

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 27
Local : Teresópolis - RJ
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 88

Mensagem Qua 25 Mar 2015 - 10:10

Compartilho um ensinamento de Ajaan Chah que fala sobre música e meditação.

- De que forma ouvir música, mesmo música religiosa, pode ser motivo para irritar nossa mente?

Ajaan Chah: Se nós entendemos de acordo com a verdade, não há som que seja capaz de nos irritar, não há nada capaz de nos irritar nesse mundo, quem estiver cantando ou tocando música não importa, é assunto deles, não é assunto nosso. Não há nada que nos irrite. Por que falo desse jeito? Eu vou fazer uma comparação. Aqui, essa garrafa, se colocar água nessa garrafa e colocar óleo nessa mesma garrafa, metade cada um, eles conseguem coabitar, não se irritam, o óleo consegue coabitar com a água, a água consegue coabitar com o óleo, não disputam mas não se misturam, não se diluem. Isso é a mesma coisa, quando temos uma mente que já "largou", som é som, cheiro é cheiro, cada um em seu lugar, não irritam, podem morar na mesma casa. Óleo e água podem ser postos na mesma garrafa mas eles não se diluem. Nossa mente não se incomoda dessa forma, não se confunde dessa forma.

- Com licença, o que ele perguntou é que ele gosta de música, ele está satisfeito...

Ajaan Chah: Não serve.

- Não é um som de fora vindo incomodar, mas em casa ele gosta de ouvir música. Se ele não quiser largar, se quiser praticar ouvindo música.

Ajaan Chah: Não dá, desse jeito não dá.

- Por que iria criar confusão? Por que não é compatível com a prática?

Ajaan Chah: É prazer, por que ele vai se apegar ao prazer? Nós estamos praticando por prazer e dor? Estamos em busca daquilo que gostamos? Nós gostamos de música, ouvimos e faz com que nos sintamos bem, está se apegando ao prazer. Não é kāmasukhallikānuyogo? Tem que pensar nisso. Isso é nossa kilesa, ela gosta desse jeito, e aí o que fazer?

- Algumas pessoas dizem...

Ajaan Chah: Que digam!

- Alguns tipos de música não geram apego...

Ajaan Chah: É, para aquele que tem sabedoria. Aquele que tem sabedoria mesmo que venham xingar ele tem  sabedoria,  se  tocarem  música  ele  tem  sabedoria,  não  há  como  gerar  dano,  mas  nós  não
conseguimos separar, nós gostamos da música, se o som não for agradável não gostamos, não é? Se for o som de uma música de que gostamos, nos apegamos? É assim. Se for o caso de gostando ou não, não haver problemas, então tudo bem, quem elogiar ou criticar, não importa, a mente já largou, então pode falar  desse  jeito.  Agora,  pegar  aquilo  que  é  divertido  para  ser  nosso  objeto  de  meditação  é kāmasukhallikānuyogo sem perceber, não é? Se é assim, nós estamos praticando em busca de prazer. Quando não há música não consegue praticar, não é? Não se sente bem, não é? Tem que ser assim. O Tom não concorda, hein? É assim. É como as pessoas que dizem "Ter só uma namorada é sofrimento" e cai na gandaia, como é que fica? Isso é sofrimento das pessoas mundanas, não dos Arias. O objeto de meditação da respiração entrando e saindo não é muito confortável, então pega o som de uma música agradável para ouvir e aí se sente bem, meio acordado, meio dormindo, isso é paz fora do contexto da prática. Quando não tem som de música fica confuso. No final, vá refletir sozinho, se gosta desse jeito pode ser, pode praticar ouvindo musica. Hoje geramos muito benefício, ouvimos o Dhamma, fizemos nossa mente se pacificar em samādhi, e se há alguma dúvida, a sangha está sentada à frente de vocês, quem tiver dúvidas pode perguntar à vontade. Esse tipo de oportunidade é difícil de encontrar, no futuro será difícil ter essa oportunidade. Pode-se dizer que é boa sorte de vocês que tenhamos vindo responder às perguntas de vocês hoje, é muita boa sorte. No futuro será difícil ter uma oportunidade como essa. Por isso eu vou passar a responsabilidade dessa prática que fizemos hoje, desse Dhamma que falamos hoje, para vocês ouvirem e irem refletir e praticar até ficarem hábeis. Se surgir alguma dúvida, não olhe para fora, olhe para dentro de si, procure na sua própria mente. A confusão está aqui, a clareza estará aqui, a escuridão está aqui, a luz estará aqui, a sujeira está aqui, a limpeza estará aqui, a ignorância está aqui, a sabedoria estará aqui. Não fiquem duvidando muito, pratiquem dessa forma. Para que surja paz e sabedoria, questione a si mesmo, converse consigo mesmo o tempo todo com sabedoria...


Última edição por Mente Purificada em Ter 8 Set 2015 - 7:04, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
William - Admin

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 494

Mensagem Qui 26 Mar 2015 - 19:27

Gostei muito do texto!
É difícil para muitos leigos entenderem como é essa prática budista em suas vidas sobre "não seguir seus gostos e desgostos, desejos e aversões". Muitos se limitam a praticar os 5 preceitos e, de resto, não mudam muito, sempre reclamando do tempo que não lhes agrada, de uma pessoa com a qual não foram com a cara, ou de um lugar no qual não querem estar.
Sempre sustento o desejo hábil de que as pessoas se atrevam a aprofundar suas práticas budistas, entendendo que ela também envolve não só a prática dos 5 preceitos, mas também de meditação e paciência - reconhecer que, como tudo é impermanente e que o desejo a essas coisas gera apenas mais e mais renascimentos, que se abandone (deixe estar, deixe passar) esse ciclo de querer e não-querer para sempre estar aberto a oportunidade de ou fazer algo generoso ou de cultivar o silêncio. Assim, não importa o tempo ou o lugar, podemos cultivar amor seja em meio a alegria de estar em casa ou ao tédio de estar no ponto de ônibus. Não importa com qual pessoas estejamos conversando, seja ela virtuosa ou viciosa, podemos enxergar que todos somos meramente pele, músculos, ossos e tendões, mas que todos temos o potencial de alcançar algo além desse corpo - Paz Interior.
Essa prática envolve todo o momento de nossas vidas mais do que muitas pessoas imaginam!  Feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
 

Budismo, Meditação e Música

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Física - óptica
» Livros e opiniões sobre Física Quântica
» Quais as melhores dicas para resolver questões de física? E mais..
» Exercício de física carga elétrica - cefets
» Livros Física ITA/IME

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Estudos sobre a Meditação e Prática Budista :: Conselhos para a Prática-