Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  frank Knarf
Sex 11 Maio 2018 - 13:00

» Significado de uma palavra para o budismo
por  rodrigoL8
Ter 8 Maio 2018 - 17:10

» Apresentação dum gaúcho
por  Roger Otavio
Ter 1 Maio 2018 - 22:47

» Apresentação
por  douglinh4
Seg 23 Abr 2018 - 5:22

» Introduction - Introdução
por  ritthichai
Qua 28 Mar 2018 - 7:19

» Apresentação - Dúvida: história do Mahayana
por  Ciro_Vasconcelos
Qua 14 Mar 2018 - 14:04

» Newsletter: Do que você precisa para ser feliz?
por  leite_paulo
Qui 1 Mar 2018 - 6:16

» Praticar o budismo visando algum beneficio é apego?
por  Rian
Dom 25 Fev 2018 - 8:26

» Dana - ajude um monge brasileiro a voltar à Tailândia
por  William - Admin
Dom 28 Jan 2018 - 19:50

» Renascimentos
por  mafe
Sab 27 Jan 2018 - 23:55

» o trabalho com o apego
por  mafe
Sab 27 Jan 2018 - 23:47

» Apresentação
por  mafe
Sab 27 Jan 2018 - 23:45

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum






Compartilhe | .
 

 Sutra de Lótus / BSGI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Luana

Discípulos
avatar

Feminino
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 1

Mensagem Dom 22 Out 2017 - 20:35

Boa noite. Antes de qualquer coisa, desculpe se utilizarei termos errados, se eu falar algo sem sentido etc, ainda não possuo muito conhecimento em relação ao budismo.

Há um dia conheci a Brasil Soka Gakkai Internacional e, pelo que entendi, eles se baseiam em cima do Sutra de Lótus, tanto é que recitam o Nam-myoho-renge-kyo. Eu gostaria de saber, primeiramente, se existe um livro do Sutra de Lótus em português que eu possa estar comprando. 

Dando sequência, eu conheci, primeiramente, a prática da meditação por Osho e depois o zen-budismo pela Monja Coen. No diálogo que tive perguntei sobre o zazen e eu fiquei um pouco perdida, porque me pareceu que o zazen não tem tanto sentido, como se fosse algo momentâneo, não sei ao certo como explicar, mas me pareceu, segundo o diálogo, que o zazen não funciona em nossa época, que é algo antiquado, no sentido de que para a época era adequada, mas para a nossa não e que a outra vertente -não sei ao certo como chamá-la, então vou tratá-la como Nam-myoho-renge-kyo- seria o resumo de todo o conhecimento (ensinamentos) até hoje, mas de forma funcional, que surte efeito, que tem fundamento, que rende etc. 

Mil perdões pela ignorância.  Chorando2
Voltar ao Topo Ir em baixo
William - Admin

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 504

Mensagem Qui 26 Out 2017 - 20:49

Olá Luana, seja bem-vinda ao Fórum Sangha Online!  Bem-vindo!
Eu sei que se você pesquisar pode achar livros do Sutra da Flor de Lótus para comprar, geralmente divididos em volumes, haja vista tratar-se de um texto extenso...

Sobre o Zazen, eu te sugeriria a não se agarrar ou se limitar a essa visão negativa sobre a prática.
O Budismo tem várias ramificações, que geralmente são úteis para perfis diversos - embora nem todos os "ramos" possam ser reconhecidos como, de fato, fieis aos ensinamentos do Buddha, ok?

Grosso modo, podemos comparar com o Cristianismo - tem várias ramificações como Catolicismo, Evangélicos, Anglicanos, TJs, Presbiterianos e por aí vai, não é?
O Budismo também tem várias ramificações: Budismo Theravada, Zen, Sun (Coreia), Budismo Vajrayana (Tibetano), Budismo Terra Pura, assim como o Budismo Nitiren/Nichiren, que é o que você citou.

Eu sempre sugiro para as pessoas tentarem buscar os ensinamentos mais "originais" do Buddha, no caso o Cânone em Páli (você pode achar no site acessoaoinsight), tentarem compreender os ensinamentos do Buddha em si, para depois comparar com o que é ensinado pelos mestres e cada uma das linhagens existentes.

Isso não significa defender o Theravada, que é a Escola Budista mais antiga e que se baseia só no Cânone, enquanto outras Escolas acrescentaram sutras e estudos posteriores. Mesmo no Theravada há linhagens que distorceram os ensinamentos. Há o Budismo Theravada do Laos, Camboja, Birmânia, Tailândia... e se você for investigar, vai perceber que algumas contrariam muitos aspectos dos ensinamentos do Buddha, enquanto outras... inspiram pela sua fidelidade  Feliz

O mesmo ocorre em outras Escolas...
O Budismo Vajrayana, o Tibetano, também tem várias linhagens. Aquela praticada pelo Dalai Lama é apenas uma delas. Mas você poderá verificar aspectos mais gerais e comuns entre essas linhagens que as identificam como Budismo Tibetano, para poder comparar com as outras Escolas.

Você precisa perceber que o Budismo se divide em Escolas, e cada Escola se divide em Tradições e Linhagens. Busque ver a parte mais geral primeiro (Escolas), e depois vá sendo mais específica, aprendendo pouco a pouco.

O Budismo Zen também tem uma história, que começou no Japão com Dogen. O mesmo fez uma releitura e buscou praticar os ensinamentos do Buddha, e a partir disso tentou traduzir os ensinamentos dele para que seus discípulos no Japão pudessem praticar. À medida que os discípulos foram levando esses ensinamentos para outros países, como China (Budismo Chan) e Coreia (Budismo Sun), os ensinamentos foram sendo adaptados a cada país ou cultura, mas pontos centrais foram mantidos.

E é aí que você precisa investigar.

Algumas Escolas podem ter mudado aspectos superficiais, acrescentado características culturais ou mesmo acrescentado novos textos, sutras e ideias do fundador da Escola para falar sobre o ensinamento do Buddha... mas o essencial é cada um de nós verificar se os pontos centrais do ensinamento do Buddha estão ali, isto é, o ensinamento sobre as 4 Nobres Verdades e o Nobre Caminho Óctuplo, que é a base ou, como dizia o Buddha, "que é o ensinamento que envolve todos os outros ensinamentos, assim como a pegada do elefante é tão grandiosa que envolve as pegadas de todos os outros animais (terrestres)"; e também os ensinamentos de Originação Dependente e Causalidade, que são aspectos mais profundos do ensinamento do Buddha. Se outra Escola manter esses pontos centrais, e ensinar de acordo com o que o Buddha dizia, está ok.

Logo, a tendência é que você não vi achar uma  Escola Budista que esteja certa. Há diversos mestres de diversas tradições que alcançaram compreensões profundas sobre o Dhamma/Dharma (o ensinamento do Buddha), fazendo uma leitura dos ensinamentos deles de forma diferente, mas que em essência falava basicamente a mesma coisa.

Porém, também não são todas as Escolas que são fieis ao ensinamento. Muitas distorcem os ensinamentos, acrescentam ideias que não fazem sentido ou que até contrariam o que o Buddha ensinou. Cabe a cada um de nós investigar pouco a pouco. É um processo gradual e demorado.

Pode ser assustador no começo. São tantas ramificações, que o Budismo parece uma árvore enorme repleta de ramos, em que não sabemos por onde começar. Seja paciente e curiosa - conheça pouco a pouco. Assista vídeos de diversos monges de tradições diferentes e compare a didática de cada um com as palavras do Buddha. Compare os ensinamentos com a sua vida. Teste cada ensinamento na prática, na sua vida. Assim você poderá identificar, pouco a pouco, o que levar o coração ao desapego e à paz. Isso, de acordo com o Buddha, seria um ensinamento em acordo com o dele.

Sobre o Zazen, tem que tomar cuidado rsrs... É uma forma de ensinar meditação que confunde muitas pessoas, mas que também é util para outras. É uma forma diferente de abordar a prática meditativa, mas eu não diria que é uma forma inferior... É só uma forma diferente de ensinar. Para mim há mestres sábios no Budismo Zen, embora também haja nessa escola alguns que ensinam mais de forma superficial, em vez de ensinar algo do fundo do coração, que realmente tenham entendido... isso existe em todas.

Sobre o Sutra do Lótus, tome cuidado com essa ideia de que seria o resumo de todos os ensinamentos até hoje. A essência está nos ensinamentos originais do Buddha dados em torno do séc. V a.C. O que veio depois, no séc. I d.C., ou nos séculos XII e XIII... são "acréscimos". Podem ser acréscimos úteis, novas formas de ler e falar sobre os ensinamentos do Buddha... mas se em essência não ensinarem a mesma coisa que o Buddha, então estão distorcendo seus ensinamentos.

Além disso, o essencial do ensinamento do Buddha é atemporal. Não vejo muitas coisas nos ensinamentos dele que precisassem ser atualizadas para o dia hoje. O Buddha ensinou sobre a mente e o coração, e basicamente o que valia 2500 anos atrás é o que vale hoje. A forma como essa mente cria sofrimento para si mesmo, bem como a forma como ela funciona, não mudou muito... Em ESSÊNCIA, o caminho é o mesmo.   Grato

O Caminho é o Nobre Caminho Óctuplo. O Grande Ensinamento são as 4 Nobres Verdades. Busque aprender sobre essa base, investigue, reflita e, com base nisso... abra-se para as várias Escolas... Theravada, Zen, Tibetano, Terra Pura, Nitiren... e assim você poderá identificar aquelas que são realmente fieis aos ensinamentos do Buddha, e qual é mais prática para você, ou mais fácil para o seu coração compreender. Mas cuidado: o aparentemente mais fácil ou mais agradável não é, necessariamente, o ensinamento completo ou fiel. Às vezes o ensinamento puro do Buddha pode ser meio difícil, mas não aceite menos do que isso, muito menos engane-se com menos do que isso...

A melhor forma de você conhecer as Escolas é ler textos e ver vídeos de monges dessas escolas e comparar o que eles dizem com os ensinamentos básicos do Buddha.

Veja primeiro a história sobre o Buddha Histórico, Siddhattha Gotama (ou Siddharta Gautama, ou Siddharta Shakyamuni), seus ensinamentos básicos... e depois conheça a história e os ensinamentos de cada Escola e compare. Seja paciente.

Se quiser sugestões de vídeos ou textos de cada escola, posso sugerir o pouco que conheço... A verdade é que você não vai precisar conhecer profundamente todas as tradições, porque são muitas... Com um pouco de tempo e pesquisa, a tendência é que você logo perceba que há mestres realizados e mestres de aparência... que há tradições íntegras e regulares numa mesma Escola... que há Escolas mais simples e outras mais sofisticadas... e, principalmente, que apesar de diferenças culturais ou externas, muitas linhagens, embora superficialmente diferentes, são, essencialmente, verdadeiras e fieis à essência do que o Buddha ensinou. Isso é o que realmente importa.  Feliz

Sobre o Osho... bom, vale comparar o que ele disse com o que o Buddha disse também rsrs. O Buddha dizia que para conhecer alguém de verdade, é preciso tempo, investigação e reflexão. Mesmo o Buddha não queria ser visto rapidamente com fé e dogmas... ele pedia que cada discípulo dele o questionasse e investigasse seus ensinamentos e sua conduta. É essa atitude que você deveria ter com cada Escola e cada mestre, ok? Investigue, questione, compare com os ensinamentos do Buddha.. mas antes de tudo, questione o próprio Buddha! Esse é o ensinamento dele. Sugiro ler o seguinte texto sobre Fé no Budismo:

http://sangha-online.forumeiros.com/t27-o-equilibrio-entre-a-fe-e-a-investigacao-no-budismo

Você também pode verificar no final da página principal do site que há uma categoria com fóruns específicos sobre as "4 Ramificações Gerais do Budismo". Algumas pessoas me questionam sobre a falta de textos do Budismo Mahayana e admito que tenho pouco conhecimento nessa parte... espero contribuições de praticantes mais presentes nesta parte do Budismo rs...

Quanto ao seu perdão pela sua ignorância, não há problema algum. Não sinta remorso ou desespero.

Já ouviu aquela frase do Taoísmo (outra religião asiática), que diz que um caminho de mil léguas começa com um único passo? É essa convicção que precisa haver no seu coração. Aqueles que são apressados e impacientes, que querem achar que sabem tudo e que querem concluir o caminho espiritual o quanto antes, geralmente ficam confusos em meio a sua arrogância e orgulho. Agora, aqueles que, com humildade, reconhecem sua ignorância, e são pacientes para trilhar cada parte do caminho dedicando-se a ele com carinho, e reconhecendo a sua complexidade, geralmente são aqueles que chegam mais rápido!

Contraditório, não é? Os mais humildes e pacientes, que reconhecem o quão comprido é o caminho, geralmente são os que avançam mais rápido. Portanto, reconhecer sua falta de conhecimento e ter paciência para buscá-lo, com curiosidade, é a melhor abordagem. Tenha inspiração e fé nisso, e assim qualquer remorso ou desespero irá esvair sozinho...   Piscadela

Paz nas suas intenções, mesmo que não haja paz no mundo!  Reverência
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
leite_paulo

Discípulos
avatar

Masculino
Define-se budista? : Não
Mensagens : 3

Mensagem Qui 23 Nov 2017 - 15:19

Boa tarde,
Jà li vários livros sobre budismo e eventualmente pratico a meditação (embora com o viés do mindfulness) e há um ano conheci o budismo de nitiren.
Confesso que percebi a diferença nos ensinamentos e na total ausência do estudo mental e das 4 nobres verdades, o caminho óctuplo e etc, os quais são "trocados" pela ideia dos dez estados de vida; possessão mútua dos dez mundos etc.
A prática do daimoku traz satisfação mas é estranho ficar praticando o que vc não acredita ou que acha que não faz muito sentido.
Vcs poderiam falar sobre o assunto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nove

Discípulos
avatar

Masculino
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 12

Mensagem Qui 23 Nov 2017 - 18:36

Eu fui em um centro de Shinnyo-en pois me fizeram a propaganda que era budista. Já que não conheço nenhum, decidi ir lá experimentar, mas achei bem diferente do que tinha estudado (As 4 nobres verdades e o nobre caminho óctuplo). Eles falaram muito sobre os fundadores do Shinnyo-en do século passado, mas não ouvi uma palavra sobre Buda.

Queria saber também mais sobre o que é o Shinnyo-en, já que vi algumas pessoas comentarem que não é budismo.

Eu gostaria de voltar lá, um local muito agradável e cheio de estímulos positivos, mas não queria frequentar o lugar sem compactuar com as crenças deles.

Toquei nesse ponto do Shinnyo-en porque alguns o comparam ao Nichiren apesar d'eu não ter estudado nenhum dos dois a fundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
William - Admin

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 504

Mensagem Sab 25 Nov 2017 - 21:15

Olá leite_paulo! De fato ouço muitos depoimentos sobre a não menção das 4 Nobres Verdades no Budismo Nichiren/Nitiren... linhagens como essas geralmente alegam terem feito uma "releitura" dos ensinamentos do Buddha ou uma "atualização", argumentando que os ensinamentos mais profundos do Buddha foram dados para alguns poucos discípulos, ensinamentos que estes que só depois viriam a serem revelados, especialmente por meio de alguns Sutras Mahayana como o Lotus Sutra (o cerne do Budismo Nitiren).

Confesso que em algumas linhagens Mahayana sou um pouco leigo. Sobre a linha "Shinnyo-en" que o Nove citou, confesso que não conhecia... Numa pesquisa rápida, verifiquei que é uma ramificação do Budismo Shingon, que é uma das escolas Budistas que se desenvolveram no Japão.

Atualmente, as Escolas Budistas que mais se destacam, originárias do Japão, são a Terra Pura, Nitiren, Shingon e Zen.

O pouco que sei do Budismo Shingon é que ele gira em torno da figura de Vairocana que, até onde eu sei, seria uma espécie de "essência" eterna e imutável que seria o fundamento de tudo do universo, e que seria a partir dessa essência que surgiriam os Buddhas no mundo, como o Buddha Siddharta Gautama (ou Shakyamuni). Logo, o Buddha Histórico seria apenas uma das manifestações corpóreas e temporárias de Vairocana, que se manifesta para divulgar os ensinamentos para que os seres possam alcançar sua natureza-buddha.

No Budismo Shingon há a figura do Buda Amida (ou Amithaba), que também aparece no Budismo Terra Pura, que é outra escola japonesa que se destaca hoje em dia. Porém, enquanto no Budismo Shingon ele é uma figura "secundária", no Budismo Terra Pura é uma figura central. Nessa Escola ensina-se que por meio de algumas práticas, especialmente da recitação do Nembutsu, uma espécie de mantra que segundo os ensinamentos dessa escola, levaria aquele que o recita a renascer na "Terra Pura", onde teria melhores condições para praticar até a Iluminação.

Como podem ver, há muitas ramificações no Budismo e muitas adições posteriores. Deve-se investigar, verificar e testar cada escola com curiosidade, abertura, mas também critério! É uma tarefa difícil, mas possível, eu acho!  Lendo Afirmativo!

Sobre o Shinnyo-en, vi apenas que é uma ramificação do Budismo Shingon, e que essa linha se baseia muito no Nirvana Sutra, um Sutra que é do Mahayana. Neste link, que é do site dessa linhagem, dá para perceber alguns princípios dessa linhagem, como a ideia de que a natureza-buda está presente em todos os seres. Achei importante, para reconhecer algumas das peculiaridades dessa linhagem, o quarto tópico:

Nirvana is of the present moment and characterized by permanence-bliss-self-purity; in other words, the state of nirvana is timeless, joyous, personal, and pure (clear and free). This stresses the dynamic, blissful aspect of enlightenment in contrast to earlier teachings such as the emptiness of all phenomena.

Uma tradução simples seria: "Nirvana está no momento presente e caracteriza-se por uma 'autopureza-bem-aventurada e permanente'; em outras palavras, o estado de nirvana é atemporal, alegre, pessoal, e puro (limpo e livre). Isso salienta o aspecto dinâmico e bem-aventurado da iluminação em contraposição aos ensinamentos antigos como sobre a vacuidade de todos os fenômenos."

Achei curioso que o texto ressalta explicitamente que a forma como essa linhagem ensina sobre Nirvana é diferente da forma como isso é ensinado em outras escolas.

Nesse link há uma referência Às 4 Moradas Divinas ensinadas pelo Buddha (amor-bondade, compaixão, alegria altruísta e equanimidade). No link "About Buddhism" também vi uma referência sobre as 4 Nobres Verdades... mas há outros ensinamentos bem peculiares a essa linhagem. Não conhecia, eu conhecia só o Budismo Shingon mesmo... 

Minha sugestão é pesquisar amplamente e abertamente, mas sempre com atenção aos ensinamentos básicos. E, basicamente, testar os ensinamentos na prática ou pelo menos analisá-los com criticidade... Feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
leite_paulo

Discípulos
avatar

Masculino
Define-se budista? : Não
Mensagens : 3

Mensagem Sex 1 Dez 2017 - 17:37

Agradeço a resposta. Grande abraço. Muito feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
William - Admin

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 504

Mensagem Ter 12 Dez 2017 - 20:14

Vale lembrar dos conselhos que o Buddha deu a sua tia para discernir quando um ensinamento está de acordo ou não com aquilo que o Buddha ensinou:

""Gotami, as qualidades que você provavelmente conhece, ' Essas qualidades conduzem à cobiça, não ao desapego; a estar agrilhoada, não a estar livre dos grilhões; ao acúmulo, não à renúncia; ao engrandecimento pessoal, não à modéstia; à insatisfação, não à satisfação; ao enredamento, não ao isolamento; à preguiça, não a estimular a energia; a ser um incômodo, não a não ser um incômodo': Você deve definitivamente entender, ' Isto não é o Dhamma, isto não é o Vinaya, essas não são as instruções do Mestre.'
"Quanto às qualidades que você provavelmente conhece. ' Essas qualidades conduzem ao desapego, não à cobiça; a estar livre dos grilhões, não a estar agrilhoada; à renúncia, não ao acúmulo; à modéstia, não ao engrandecimento pessoal; à satisfação, não à insatisfação; ao isolamento, não ao enredamento; a estimular a energia, não à preguiça; a não ser um incômodo, não a ser um incômodo: Você deve definitivamente entender, ' Isto é o Dhamma, isto é o Vinaya, essas são as instruções do Mestre.'"
Isso foi o que o Abençoado disse. Mahapajapati Gotami ficou satisfeita e contente com as palavras do Abençoado."

Fonte: http://www.acessoaoinsight.net/sutta/ANVIII.53.php
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado



Mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Sutra de Lótus / BSGI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Comunidade :: Chat-