Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  amituofo
Ter 13 Jun 2017 - 11:05

» A Meditação e o Mosquito: Uma Reflexão Sobre Concentração e Virtude
por  Administrador
Dom 11 Jun 2017 - 8:24

» A descrição de Arahants e Ariyas para Nirvana
por  Administrador
Dom 11 Jun 2017 - 8:07

» Bom dia - pergunta
por  Erick
Qui 1 Jun 2017 - 8:25

» Oferendas
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:54

» Meditação altera genes
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:16

» Sobre este Fórum: Fale sobre sua Experiência Meditativa
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 13:03

» Quem somos - Objetivos do Fórum
por  Administrador
Sab 13 Maio 2017 - 12:53

» Nova Tradição Kadampa [+Seita?]
por  Nyendrag Yeshe
Qua 10 Maio 2017 - 22:40

» Grupo Facebook
por  Ítalo B de M
Ter 2 Maio 2017 - 9:01

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
Não há nenhum usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e nenhuma Visita :: 1 Motor de busca

Nenhum






Compartilhe | .
 

 Dukkha e Anicca nas folhas em uma garagem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 472

Mensagem Sex 19 Jul 2013 - 18:55

Dukkha e Anicca nas folhas em uma garagem
As folhas que crescem e caem das árvores são um exemplo perfeito acerca de Anicca (Impermanência). Se elas sujarem sua garagem, não se apegue, não fique atado a Dukkha (Insatisfatoriedade) - essa é a natureza do nosso mundo.
Hoje gostaria de compartilhar uma reflexão com vocês que tive a esses dias. Não foi um Insight, apenas uma reflexão simples resultante da Atenção Plena Correta que, bem como o Buda ressaltou, consiste tanto em estar consciente do momento presente quanto em se recordar nele todos os ensinamentos do Dharma para aplica-los. Foi se lembrando dos ensinamentos de Buda que eu pude sorrir diante das reclamações do meu pai.
Aconteceu no finalzinho de uma tarde, pouco depois de eu e minha mãe termos lavado a garagem. O tempo de repente se alterou bruscamente, saindo do Sol para um céu nublado que descarregou uma chuva acompanhada de um vendaval que trouxe muita poeira e folhas para a região em que eu moro. O meu pai, sempre muito maníaco com limpeza - ele é um pouco doente nesse aspecto - olhou a garagem toda imunda e comentou numa voz grossa e raivosa que aquilo até desanimava, e que teria que limpar tudo de novo porque não podia suportar que a garagem ficasse suja. Quando eu ouvi isso, eu sorri.
Afinal, como poderia ser diferente? Essa é a natureza, ela não é estática. Mas por não aceitar isso, o meu pai sofreu, alimentou sentimentos negativos como raiva e ficou completamente insatisfeito, mas isso é uma grande negligência ao possível surgimento de sabedoria - não haveria outra forma de ser. Seria como ficar chateado porque os pássaros usam asas para voar: por que esses bichos idiotas não usam essas asas para outra coisa? Ficam voando acima de nós defecando sobre nossas cabeças e carregando suas sujeiras para fazerem seus ninhos! Mas o que fazer? Essa é a natureza das necessidades fisiológicas dos seres vivos. Não aceitar isso só traz sofrimento a nós mesmos.
Além disso, é por haver pó e sujeira que existe limpeza a qual o meu pai e todas as pessoas ávidas a mesma se apegam, mas não é necessário se apegar, porque isso inevitavelmente não vai durar porque a vida é Anicca (impermanente). Então não adianta esperar que a garagem fique limpa sempre, ou que ela só suje naquele momento em que eu estiver desocupado, a vida é Dukkha (insatisfatória), incerta, insegura, ela não sujará num momento em que possamos prever e por isso a vida é, assim, insatisfatória. Mas podemos nos satisfazer com ela se mudarmos nossas atitudes e nos desapegarmos. Não adianta lutarmos contra a sujeira, a doença ou a morte, pois sem elas não haveria limpeza, saúde e a vida em si mesma - tudo está integrado, não há um sem o outro. Também não adianta querermos prever quando ficaremos doente, ou desejarmos que possamos morrer dormindo, porque nada é certo. Então devemos seguir os conselhos de Buda, nos desapegarmos de nossos desejos sedentos e fazer as pazes com a vida, só assim Dukkha não nos controlará.
Foi isso que eu fiz e foi por isso que ao ouvir o comentário do meu pai eu sorri, porque eu fiquei atento àquela situação e eu percebi que não poderia ser diferente e, assim sendo, me apegar a desejos que fossem contra a natureza do Samsara só me acorrentariam a Dukkha, sofrimento. Em virtude disso, eu e minha mãe pudemos limpar a garagem outra vez contentes, porque nosso sofrimento ou raiva não inverteriam as características naturais de Dukkha e Anicca do nosso mundo.
É uma simples reflexão, mas que eu gostaria de compartilhar com todos para mostrar como os ensinamentos de Buda são valiosos e capazes de nos ensinar a apreciar os momentos mais simples. É por isso que Sabedoria não é a mesma coisa que Conhecimento ou Intelectualidade, coisa que especialmente os ocidentais têm dificuldade para compreender. Sabedoria só pode surgir numa mente que esteja receptiva, contente e que saiba se acalmar, se silenciar, para ser capaz de perceber o quão tola ela tem sido, quanto sofrimento desnecessário ela tem criado. Devido a isso que Sabedoria anda de mão dada com Humildade e Simplicidade, porque só pode surgir numa mente simples, aberta à realidade e capaz de enxergar seus próprios erros.
Então, gostaria de encorajar a todos a seguirem o Nobre Caminho Óctuplo, nesse caso, para darem atenção especial a Atenção Plena Correta. Se vocês estiverem atentos, mesmo o mais simples momento pode se tornar um grande aprendizado. Não são necessários grandes discursos, ou palavras complicadas. Eles são úteis, mas tudo o que nós temos é esse momento, e esse, e esse, que incessantemente nasce e morre, que é sempre impermanente (Anicca) e insatisfatório (Dukkha) quando não o aceitamos como ele é. Portanto, se desapeguem e contemplem a realidade em sua pureza para compreenderem o que o Buda quis dizer quando afirmou que sofremos por nos apegarmos. Percebam isso no aqui e agora, porque esse momento, é a única coisa que existe e é a única coisa que temos, a única oportunidade de colocarmos o Dharma em prática, então não o desperdicem, a Vida é Anicca e Dukkha, ela não é eterna e não sabemos quando acabará. É no agora que podemos trilhar e realizar Nirvana, a Paz Suprema. Assim, contemplem isso com carinho.
Para finalizar, não haveria mensagem melhor do que a de um monge Theravada que admiro muito e que certa vez comentou com muita sabedoria:
"Nossas vidas são como a respiração, como as folhas que crescem e caem. Quando realmente compreendermos sobre as folhas que caem, seremos capazes de varrer os caminhos todos os dias e nos alegrarmos com nossas vidas neste mundo mutável." - Ajahn Chah 


Última edição por Administrador em Sex 11 Out 2013 - 15:13, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
Convidado

avatar


Mensagem Qui 25 Jul 2013 - 17:28

Eu já sorri assim também em alguns momentos em que era pra mim mergulhar na situação e ficar chateado, mas a compreensão correta do que está acontecendo faz você ter tipo uma luz na mente, e simplesmente sorri como alguém que teve uma idéia brilhante ou como alguém que achou uma coisa que a muito tempo estava perdida. Infelizmente na maioria das vezes ainda tenho agido muito ao contrário disto, rsrs.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 472

Mensagem Qui 25 Jul 2013 - 18:50

Shaka escreveu:
Eu já sorri assim também em alguns momentos em que era pra mim mergulhar na situação e ficar chateado, mas a compreensão correta do que está acontecendo faz você ter tipo uma luz na mente, e simplesmente sorri como alguém que teve uma idéia brilhante ou como alguém que achou uma coisa que a muito tempo estava perdida. Infelizmente na maioria das vezes ainda tenho agido muito ao contrário disto, rsrs.

Você falou bem da essência do sétimo aspecto do Nobre Caminho Óctuplo, a Atenção Plena, Shaka! Reverência 
Há muito tempo, podemos pensar em questão de anos ou até vidas, temos nos condicionado a nos apegarmos às coisas e a ignorar a efemeridade de tudo. Mas aí começamos a prática e começamos a ensinar a mente a sempre se lembrar, esse é um dos aspectos de Sati, Atenção Plena. Não é apenas estar consciente, mas se lembrar. Com a prática constante isso vai ficando marcado em nossas mentes e assim podemos penetrar a realidade impermanente e insatisfatória (Anicca e Dukkha) do Samsara! Feliz 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado



Mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Dukkha e Anicca nas folhas em uma garagem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» quantas folhas?
» (UnB/PAS - 1996) Garagem
» problema da folha de pagamento de servidores
» (CN) Num depósito
» (Acafe-SC) pH

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Estudos teóricos sobre o Budismo :: 3 Características do Mundo-