Budismo - Sangha Online
DÚVIDAS SOBRE O BUDISMO?

Registre-se e nos envie sua pergunta que talvez possamos ajuda-lo, independente de sua religião!
Todos são bem-vindos para dialogarem e pesquisarem aspectos do Budismo. Registrando-se você poderá enviar suas dúvidas particularmente à Administração ou à Comunidade, como exemplos:

No Budismo não podemos ter desejos?
Como o Buddha comia carne? E o vegetarianismo?
O Nirvana é o vazio? É eterno e é uma extinção do ser?
O que significa não-eu? O Budismo é niilista?
O que é prazer no Budismo? E paz interior?
Budismo crê em Devas, logo ele é Politeísta?
No Budismo nos isolamos? Como se relacionar com pessoas?
Como meditar? Budismo crê em super-poderes?!
Posso praticar sem crer no renascimento?
Budismo é religião ou filosofia? Por que há tanta idolatria?


Dialogue sobre essas e outras questões aqui.


Comunidade dedicada a simpatizantes e seguidores (de todas as escolas) do Budismo, visando à pesquisa e ao diálogo. Participe!
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Se você já se registrou, apresente-se aqui e tire suas dúvidas sobre Budismo!
Registre-se para expor seus pontos de vista - isso independe de sua religião!
Bem-vindo
Bem-vindo ao Fórum Sangha Online!

Registre-se para dialogar com outras pessoas interessadas no Budismo e para ter acesso a todo o conteúdo para pesquisa sobre o mesmo.

Qualquer dúvida, ficaremos felizes em ajudar!
Últimos assuntos
» Sobre este Fórum: Dúvidas sobre o Budismo
por  Nove
Ontem à(s) 19:48

» Apresentação
por  Nove
Ontem à(s) 18:47

» Sutra de Lótus / BSGI
por  Nove
Ontem à(s) 18:36

» preciso de um esclarecimento aqui, por favor
por  Administrador
Qua 22 Nov 2017 - 21:02

» [Vídeo] O Fim do Mundo: Vidamorte
por  jean F Carvalho
Sab 28 Out 2017 - 22:10

» Grupo, sobre Budismo, no Whatsapp
por  Buddho
Sab 21 Out 2017 - 22:23

» FELIZ NATAL! Mas... Budistas podem comemorar o Natal?
por  frank Knarf
Seg 16 Out 2017 - 11:14

» apresentaçao
por  Administrador
Sab 14 Out 2017 - 20:23

» Dharma e Lamrim
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 23:20

» Dúvida sobre a NÃO ação
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 23:11

» Caridade baseada em desejos mundanos
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 22:57

» Olá!!!!!
por  Administrador
Dom 1 Out 2017 - 22:45

Geral
Quem somos
Regras Gerais
Apresente-se
Precisa de ajuda?
Por que Sangha Online?
O Básico do Budismo
Introdução ao Budismo
A Vida de Buda
Tire suas Dúvidas!
O que o Budismo não é
Como meditar
5 Preceitos para Virtude
Meditação altera genes
Dúvidas Frequentes
Budismo é religião?
Budismo é ateísta?
Como virar budista?
O que é Fé no Budismo?
Preciso ser vegetariano?
O que significa o Lótus?
Votação
Atualmente, qual preceito você tem mais dificuldade para manter?

 
Abstenção de matar intencionalmente.

 
Abstenção de tomar o que não foi dado (roubar).

 
Abstenção de conduta sexual imprópria.

 
Abstenção de linguagem incorreta.

 
Abstenção de tomar álcool e outros embriagantes.
Exibir resultados
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes

Nenhum






Compartilhe | .
 

 Allanfelix apresentação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
allanfelix

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 22
Local : São Paulo
Mensagens : 10

Mensagem Sab 10 Ago 2013 - 2:51

Olá pessoas! Sou Felix... 
Allan Felix.
Bom, tenho 18 anos, e desde os meus 13 anos, sempre questionei as religiões... 
Sempre questionei a existência de um Deus, assim como já acreditei na existência de um ser superior. Mas percebo hoje, que na minha opinião, não há motivo nenhum para discutir algo que nunca será provado se é verdade ou mentira,se é um ser existente ou não, se é apenas um Deus ou varios Deuses. Hoje em dia percebo que é perca de tempo discutir sobre fé, alias também cada um crê na sua.

Porém, sempre achei super interessante o budismo e tenho tentado me informar mais sobre ele, sei pouca coisa, mas é uma filosofia que faz muito sentido pra mim. A idéia de que só há sofrimento se houver a felicidade e desejos é espetacular!
Nada é eterno, a felicidade não é eterna assim como o sofrimento também não, sempre que estamos felizes com algo, pode ocorrer algo que nos faça sofrer novamente, ou seja, um ciclo sem fim.
E como nos livrar disso e alcançarmos a paz interior? Aceitando essa filosofia e deixarmos de nos apegar as coisas, de nos apegar a objetos, amores, pessoas, amigos. Pois se não nos apegarmos, não há sofrimento. Há apenas paz!  (Pelo menos foi isso que eu entendi até agora, se eu estiver errado me corrijam haha ) 
Essa filosofia é linda cara! 

Eu tenho tentado meditar a um bom tempo, mas não tenho obtido sucesso. Pois tenho incômodos como coceira, dores em alguma parte do corpo, como costas e etc, ou seja, não me sinto confortável. Além do mais, quando sinto que estou conseguindo entrar em estado de meditação,quando começo a sentir uma paz interior, há uma "ansiedade" do tipo "uau, estou conseguindo" e acabo perdendo o foco e saindo do estado de meditação. Isso sempre acontece, por mais que eu tente ficar calmo. Nervoso 
Se alguém tiver algum conhecimento a compartilhar comigo em relação a essa dificuldade que eu tenho a meditar, eu agradeço, pois aceito dicas! Feliz 

Bom, é um prazer estar conhecendo vocês! (:

Paz interior a vocês jovens!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 488

Mensagem Sab 10 Ago 2013 - 20:17

allanfelix escreveu:
Olá pessoas! Sou Felix... 
Allan Felix.
Bom, tenho 18 anos, e desde os meus 13 anos, sempre questionei as religiões... 
Sempre questionei a existência de um Deus, assim como já acreditei na existência de um ser superior. Mas percebo hoje, que na minha opinião, não há motivo nenhum para discutir algo que nunca será provado se é verdade ou mentira,se é um ser existente ou não, se é apenas um Deus ou varios Deuses. Hoje em dia percebo que é perca de tempo discutir sobre fé, alias também cada um crê na sua.
Olá Allan Felix, bem-vindo ao Fórum! Bem-vindo! 

Sua percepção de que não vale discutir sobre algo que não podemos provar é praticamente a posição do Budismo. É um grande problema que nós sempre queiramos respostas para tudo, sem conseguirmos admitir para o que temos uma resposta e sobre quais assuntos devemos deixar em aberto, sem negar ou afirmar, às vezes parece que nos sentimos inseguros se não tomarmos um posicionamento, mas isso apenas nos impede de ver ou aceitar a realidade.
allanfelix escreveu:
Porém, sempre achei super interessante o budismo e tenho tentado me informar mais sobre ele, sei pouca coisa, mas é uma filosofia que faz muito sentido pra mim. A idéia de que só há sofrimento se houver a felicidade e desejos é espetacular!
Nada é eterno, a felicidade não é eterna assim como o sofrimento também não, sempre que estamos felizes com algo, pode ocorrer algo que nos faça sofrer novamente, ou seja, um ciclo sem fim.
E como nos livrar disso e alcançarmos a paz interior? Aceitando essa filosofia e deixarmos de nos apegar as coisas, de nos apegar a objetos, amores, pessoas, amigos. Pois se não nos apegarmos, não há sofrimento. Há apenas paz!  (Pelo menos foi isso que eu entendi até agora, se eu estiver errado me corrijam haha )
Essa filosofia é linda cara!
É um ótimo entendimento para se começar, basicamente é isso mesmo! Piscadela 
Uma história que ilustra bem a abordagem budista do ciclo felicidade-sofrimento relacionado com a Impermanência é sobre um rei que ia muito mal no seu reino, porque quando estava tudo bem, ele comemorava demais e, assim, gastava mais do que devia, fazendo com que as situações de miséria e dificuldades se agravassem. Para ajuda-lo, seus conselheiros lhe deram um anel que dizia "Isso também vai passar", retratando a Impermanência e essa "ciclicidade não-dual", em que um extremo não existe sem o outro (é como o Yin Yang no Taoísmo, onde os opostos se complementam"). Ao compreender isso e sempre olhar para o anel, o rei parou de se misturar com sua tristeza nos momentos difíceis porque compreendia que aquilo era passageiro e, assim, se esforçava para melhorar a situação no reino e compreender aquele sentimento ruim que surgia nele. Ao mesmo tempo, ele não se apegava a sua felicidade em momentos lucrativos, porque sabia que aquilo também era passageiro e que se exagerasse outra vez, a situação poderia piorar. Então ele aprendeu a aproveitar ambos os momentos sem se apegar a eles. Quando dizemos "nos apegar", falamos de dois extremos: Cobiça (Querer) e Aversão (Não-querer), geralmente somos cobiçosos pela felicidade e aversivos pelo sofrimento, mas como diz Padma Santem, não há como frear uma roda (o ciclo) na região que queiramos e fazê-la girar mais depressa quando passar pela situação indesejável, temos que aceitar o ciclo inteiramente para começar a conhece-lo como de fato é e, como dizia Ajahn Chah, fazer as pazes com esse ciclo e, por fim, transcende-lo. Como dizia esse monge que para muitos alcançou o Nirvana, a Paz Suprema está além de felicidade e sofrimento! Feliz 
allanfelix escreveu:
Eu tenho tentado meditar a um bom tempo, mas não tenho obtido sucesso. Pois tenho incômodos como coceira, dores em alguma parte do corpo, como costas e etc, ou seja, não me sinto confortável. Além do mais, quando sinto que estou conseguindo entrar em estado de meditação,quando começo a sentir uma paz interior, há uma "ansiedade" do tipo "uau, estou conseguindo" e acabo perdendo o foco e saindo do estado de meditação. Isso sempre acontece, por mais que eu tente ficar calmo. Nervoso
Se alguém tiver algum conhecimento a compartilhar comigo em relação a essa dificuldade que eu tenho a meditar, eu agradeço, pois aceito dicas! Feliz

Bom, é um prazer estar conhecendo vocês! (:
Algumas sensações desagradáveis no corpo são normais, e na verdade são grandes oportunidades logo no começo para vermos a realidade de algumas coisas como a Impermanência - geralmente, precisamos fazer um esforço no começo e resistir com Atenção Plena, até que ficaremos surpresos com quão frágeis e passageiros são esses 'formigamentos'. Entretanto, muitas pessoas enfrentam mais do que aquelas dores comuns até que o corpo se assente, e nesses casos é aconselhável que o praticante busque um médico para saber se ele não tem algum problema físico, na coluna, entre outros! Aconselho a ler o texto disponibilizado pela Sociedade Vipassana, site com ótimas dicas sobre o estilo de meditação que visa o Insight (Sabedoria) da Escola Theravada, clique aqui e vá ao link em "Como lidar com os desafios surgidos durante a prática de meditação?", aliás, recomendo a todos!
Quanto a sua ansiedade, é muito comum - eu lidei com isso também e a melhor forma de agir é com paciência, esforço, compaixão consigo mesmo e atenção plena. O problema é que você está se apegando a um prazer que começa a surgir, e quer deixar tudo pronto para que ele venha. Mas esse é o problema, porque o prazer da meditação cresce a medida que cresce o seu desapego - então, se você desejar demais o prazer, ele desaparece, porque a sua natureza é frutificar numa mente desapegada. É como se você estivesse criando as condições adequadas para o surgimento do fogo, como um ambiente seco, e quando ele começasse a surgir você jogasse água por cima - é a mesma coisa. Você começa a incentivar a sua mente a se desapegar e quando o prazer proveniente disso surge, você joga apego por cima - o prazer é perdido.
É difícil encontrar o Meio aí, mas tente largar tudo o que vier e não tente usar pensamentos contra seus pensamentos. Só que aqui há uma GRANDE SUTILIDADE, porque eu disse "não tente usar pensamentos", e se você não tentar demais, você ficará pensando "não posso pensar contra meus pensamentos", e estará sendo aversivo de novo. Então é preciso encontrar um Caminho do Meio aí, e tentar evitar tanto a Cobiça quanto Aversão. Se você pensar "o prazer está vindo", desapegue-se. "uau, estou conseguindo", desapegue-se. "eu não deveria estar prevendo o prazer!" desapegue-se. "eu estou atrapalhando tudo!!!" desapegue-se rs
E esse desapegar, o que é? Deixar ir e vir. É muito bonito como traduzem desapegar em inglês, porque geralmente dizem "Letting go", o que ao pé da letra significa "Deixar ir", ou ainda "Deixar ser". Então, se vier um pensamento, deixe-o ir e vir, não lute contra nem alimente-o. Se vir um pensamento consequente querendo brigar com este último, largue este também. É um pouco trabalhoso, então seja paciente e pratique. E cuidado aqui, você pode pensar "pare de reclamar e seja paciente!", mas não é para pensar, então desapegue-se disso também. A tentativa aqui é você tentar apenas meditar com Intenção Correta, apenas por sua atitude, não tentar falar a meditação a todo o momento "Essa é a minha Intenção, então me obedeça!". Vou te explicar melhor por MP, de qualquer forma, contemple isso, vá para o Fórum sobre Meditação e veja os dois vídeos que coloquei lá, especialmente o símile do copo, e leia esses poucos versos.

Seja bem-vindo e é muito bom tê-lo conosco!
Ainda estamos começando, espero que mais membros possam entrar para que possamos compartilhar nossos pontos de vista! Feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
allanfelix

Discípulos
avatar

Masculino
Idade : 22
Local : São Paulo
Mensagens : 10

Mensagem Dom 11 Ago 2013 - 0:55

Estou surpreso com a atenção que você da Administrador, vejo isso em muitas poucas pessoas e menos ainda querem compartilhar seu conhecimento, achando que isso irá "diminui-las" de alguma forma, então já por esse motivo, você é digno de meu respeito, pois vejo a humildade em você!
Eu vi sua resposta também pela MP, te responderei por lá também e digo que realmente esclareceu muitas dúvidas minhas em relação a meditação! Acho que agora é só eu continuar com a pratica e ter paciência, mas sim, eu lerei os links que me mandou, muito obrigado! 
Também espero que entre mais pessoas, afinal , eu creio que pelo seu esforço e atenção que você da aos membros em geral daqui, você mereça muito mais, haha .
E não, aos outros membros que estiverem lendo essa mensagem, eu não estou "pagando pau" pro administrador, não estou "babando ovo" pq ele é administrador. (até pq se fosse um membro comum eu o elogiaria da mesma forma)
Eu apenas estou elogiando, pq raramente nesse mundo em que vivo, vejo pessoas humildes e atenciosas assim com as dúvidas e problemas dos outros.  

Grato e boa sorte com o forum! Feliz

_________________________________________________________________________________________________
"É apenas depois de perder tudo que somos livres para fazer qualquer coisa"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador

Admin
avatar

Masculino
Local : SP
Define-se budista? : Sim
Mensagens : 488

Mensagem Dom 11 Ago 2013 - 7:47

Que bom que ajudei em algo, Felix, essa é uma intenção hábil que tento estimular Muito feliz 
Qualquer coisa, à disposição! Feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sangha-online.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado



Mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Allanfelix apresentação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Apresentação Jefté
» Apresentação de meu neto
» apresentaçao atrasada
» Apresentação atrasada
» Apresentação - Caique Freitas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Budismo - Sangha Online :: Comunidade :: Apresentações-